• Para encerrar a rodada Sada Cruzeiro e Montes Claros Vôlei voltam a se enfrentar nesta quinta-feira

    Há 11 dias, o Sada Cruzeiro (MG) levou a melhor sobre o Montes Claros Vôlei (MG) pelo Campeonato Sul-Americano de Clubes masculino. Nesta quinta-feira (02.03), as equipes voltam a se enfrentar, desta vez, pela Superliga, em partida atrasada da oitava rodada do returno, justamente por causa da competição sul-americana. O duelo será no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), casa do time cruzeirense, às 21h55, com transmissão ao vivo da RedeTV. Os outros cinco jogos da oitava rodada já foram realizados, com vitórias do Funvic Taubaté (SP), Bento Vôlei/Isabela (RS), Minas Tênis Clube (MG), Lebes/Gedore/Canoas (RS) e Sesi-SP. Sada e Montes Claros ficaram de fora por estarem na disputa do Sul-Americano, onde os cruzeirenses se sagraram tetracampeões. No único jogo da noite, o time da casa tem como objetivo conseguir mais uma vitória e manter a invencibilidade e a liderança na tabela da Superliga. Com 53 pontos, o Sada Cruzeiro tem sete a mais do que o Sesi-SP, segundo colocado. Para conseguir mais três, o ponteiro Filipe, aniversariante desta quarta-feira, espera ver seu time aplicando tudo que vem sendo treinado. “O Montes Claros é um time que já somos acostumados a enfrentar desde o Campeonato Mineiro, Superliga, e agora jogamos no Sul-Americano. Há poucos dias, vencemos por 3 a 0, mas a equipe cresceu muito, evoluiu bastante nos últimos tempos, e é um time bem coeso, fechado. Vai ser um jogo difícil, mas que nos dá a oportunidade de garantir a primeira colocação sem depender dos outros resultados. Isso já nos dá um conforto e só precisamos de uma vitória para isso, o que nos faz entrar com tudo para fazer o nosso melhor”, afirmou Filipe. Pelo lado do Montes Claros Vôlei, e meta é a mesma: vencer e somar três pontos na tabela de classificação. O time comandado em quadra pelo levantador Murilo Radke é o quinto colocado, com 32 pontos.  “Enfrentamos o Sada Cruzeiro há alguns dias e todos sabem que eles têm uma equipe muito forte, com poder ofensivo muito grande. Quando estão bem no ataque e no saque, é um time difícil de sustentar. Então, temos que entrar em um ritmo bem alto para tentar segurar esse poder ofensivo deles. Temos dois jogos fora de casa agora e ambos são muito importantes nessa reta final de fase classificação para entrarmos nos playoffs na melhor posição possível”, disse Radke, citando o duelo de sábado (04.02), contra o JF Vôlei (MG). SUPERLIGA MASCULINA DE VÔLEI 2016/2017 OITAVA RODADA DO RETURNO 22.02 (QUARTA-FEIRA) - Funvic Taubaté (SP) 3 x 1 São Bernardo Vôlei (SP), às 20h, no Abaeté, em Taubaté (SP) (25/20, 25/17, 23/25 e 25/20) 22.02 (QUARTA-FEIRA) - Bento Vôlei Isabela (RS) 3 x 0 JF Vôlei (MG), às 20h, no Municipal, em Bento Gonçalves (RS) (25/21, 25/22 e 25/23) 22.02 (QUARTA-FEIRA) - Minas Tênis Clube (MG) 3 x 0 Caramuru Vôlei Castro (PR), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/23, 25/22 e 25/17) 22.02 (QUARTA-FEIRA) - Lebes Gedore Canoas (RS) 3 x 2 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 20h, no La Salle, em Canoas (RS) (17/25, 21/25, 25/23, 25/23 e 15/11) 23.02 (QUINTA-FEIRA) - Sesi-SP 3 x 1 Vôlei Brasil Kirin (SP), às 21h55, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (31/29, 17/25, 25/21 e 25/16) 02.03 (QUINTA-FEIRA) - Sada Cruzeiro (MG) x Montes Claros Vôlei (MG), às 21h55, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) - RedeTV O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro Read More
    Superliga
  • SADA CRUZEIRO É TETRACAMPEÃO Time mineiro derrota Bolívar na final e mantém domínio brasileiro no continente

    Time mineiro derrota Bolívar na final e mantém domínio brasileiro no continente Numa partida equilibrada, o Sada Cruzeiro Vôlei (MG) conquistou o quarto título do Campeonato Sul-Americano masculino de clubes, ao superar na final o Bolívar, da Argentina, por 3 sets a 0 (26/24, 25/23 e 25/23), neste sábado (25.02), no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG). A partida teve 1h29min de duração e os maiores pontuadores foram o cubado Leal, do SadaCruzeiro, e o australiano Edgar, do Bolívar, ambos com 15 pontos. O ponteiro Leal foi eleito o melhor jogador da competição. O time mineiro sagrou-se campeão também em 2012, 2014 e 2016. Com o título, o Sada Cruzeiro assegurou a vaga para o Mundial de clubes, em dezembro, na Polônia, e garantiu o domínio do Brasil nas competições sul-americanas de clubes, já que o Rexona-Sesc (SC) sagrou-se campeão feminino há uma semana, em 18 de fevereiro, ao superar o Dentil Praia Clube (MG) na final. Na disputa da medalha de bronze, o Montes Claros Vôlei (MG) foi superado pelo UPCN (ARG) por 3 sets 0 (25/22, 25/19, 25/23) e terminou em quarto lugar na competição. Feliz com a conquista do título, o ponteiro Leal disse que agora é seguir trabalhando rumo ao Mundial. “Ganhar um título é sempre muito bom. Nós tivemos uma ótima campanha neste torneio, vencemos e ainda nos classificamos para o Mundial de Clubes na Polônia. Estamos muito felizes, vamos comemorar agora e seguir trabalhando muito”, comemorou Leal, agradecendo a presença dos torcedores cruzeirenses no ginásio. O levantador e capitão William falou sobre a postura da equipe no duelo decisivo. “Hoje nós oscilamos um pouco, mas fomos frios na hora que tinha que ser, para buscar o resultado com tranquilidade, quando estávamos atrás. É um time que não se cansa de ganhar, continua fazendo história, e agora é pensar no que vem pela frente”, disse. A decisão foi equilibrada desde o primeiro set, em que o Sada Cruzeiro saiu na frente com dois pontos seguidos de saque do ponteiro Rodriguinho. Os argentinos, no entanto, souberam aproveitar os erros adversários para manter o jogo equilibrado e se alternaram à frente do placar. A vantagem do time cruzeirense foram os cinco pontos de saque assinalados no set, fechando em 26/24. Na segunda parcial, o Sada Cruzeiro, com erros na recepção e no ataque, permitiu que a equipe argentina abrisse 3 a 0 e depois 7 a 4. A partir daí, o time brasileiro melhorou no passe e no saque, soube aproveitar os contra-ataques e passou pela primeira vez na liderança do placar em 14/13. O Sada Cruzeiro abriu 21/14, mas com Gaunano saque o Bolívar encostou em 21/19. O Sada voltou a dominar e fechou o set em 25/23. O terceiro set seguiu equilibrado, mas com o Cruzeiro na liderança desde o início até 16/12, dando a impressão de uma fácil vitória. O time argentino, porém, reagiu, virou para 17/16 e comandou o marcador até 21/20. Com um saque de Isac, o Cruzeiro passou à frente em 22/21 e, com um ace de Felipe, que entrou no lugar de Rodriguinho, fechou o jogo em 25/23 e o jogo em 3 a 0. O Sada Cruzeiro começou com William, Evandro,Leal, Rodriguinho, Simon, Isac e o líbero Serginho. Entraram: Entraram, Alan, Fernando Cachopa, Éder Levi e Filipe. Técnico: Marcelo Mendez. Já o Bolívar iniciou com Gonzalez, Edgar, Aleksiev, Piá, Gauna, Pablo Crer e o líbero Alexis Gonzalez. Entraram: Patti, Ocampo, Chirivino e Pablo. Técnico: Javier Weber. Durante esta semana, a cidade de Montes Claros recebeu os melhores times da América do Sul e realizou uma competição com alto nível de organização pelo Montes Claros Vôlei e a Federação Mineira de Voleibol. TABELA DO SUL-AMERICANO MASCULINO DE CLUBES: GRUPO A – Sada Cruzeiro (BRA), Montes Claros Vôlei (BRA), Bohemios (URU) GRUPO B – Bolívar (ARG), UPCN (ARG), San Martin (BOL) e Unilever (PER) 1ª fase 21.02 (TERÇA-FEIRA) – Bolívar (ARG) 3 x 0 Unilever (PER), às 17h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 21.02 (TERÇA-FEIRA) – UPCN (ARG) 3 x 0 San Martin (BOL), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 21.02 (TERÇA-FEIRA) – Montes Claros (BRA) 3 x 0 Bohemios (URU), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – Bolívar (ARG) 3 x 0 San Martin (BOL), às 17h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – UPCN (ARG) 3 x 1 Unilever (PER), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 Montes Claros (MG), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/21, 25/23 e 25/15) 23.02 (QUINTA-FEIRA) – Unilever (PER) 3 x 0 San Martin (BOL), às 17h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/13, 25/13 e 25/16) 23.02 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (BRA) 3 x 0 Bohemios (URU), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/17, 25/12 e 25/12) 23.02 (QUINTA-FEIRA) – UPCN (ARG) 0 X 3 Bolívar (ARG), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (19/25, 23/25 e 19/25) 24.02 (SEXTA-FEIRA) – Unilever (PER) 3 x 0 Bohemios(URU), no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/17, 25/14 e 25/18) 24.02 (SEXTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 UPCN (ARG), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/21, 25/19 e 25/23) 24.02 (SEXTA-FEIRA) – Montes Claros (MG) 2 x 3 Bolívar (ARG), às 20h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (26/28, 21/25, 25/23, 26/24 e 10/15) 25.02 (SÁBADO) – Disputa de 3º lugar: Montes Claros Vôlei (MG) 0 x 3 UPCN (ARG), às 14h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (22/25, 19/25 e 23/25) 25.02 (SÁBADO) – Disputa de 1º lugar: Sada Cruzeiro Vôlei (MG) 3 x 0 Bolívar (ARG), às 17h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (26/24, 25/23 e 25/23) O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro Read More
    Sul-Americano de Clubes
  • fora de casa Rexona-Sesc supera Terracap/BRB/Brasília e segue isolado na ponta

    Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 24.02.2017 O Rexona-Sesc (RJ) segue confortável na liderança da Superliga feminina de vôlei 2016/2017. A equipe comandada pelo técnico Bernardinho mostrou poder de recuperação e superou o Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) por 3 sets a 0 (25/20, 27/25 e 31/29) fora de casa, no ginásio Taguatinga, em Brasília (DF). O duelo que teve 1h30 de duração foi válido pelo encerramento da oitava rodada do returno. O Rexona-Sesc salvou set points e virou o placar no final de dois dos três sets da partida. A equipe carioca chega aos 53 pontos, oito acima do Vôlei Nestlé (SP), segundo colocado. O Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) se mantém na 6ª posição, com 32 pontos em 19 jogos.  O bom resultado teve como destaque a holandesa Anne. A ponteira do time carioca foi eleita a melhor da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei, , programa de responsabilidade social da CBV que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei. Ela comentou o triunfo. "Estou muito feliz por este jogo, não é fácil encarar o time do Brasília, elas possuem muito volume na defesa. Tivemos o Sul-Americano de clubes, ainda estamos evoluindo na parte física, mas jogamos bem e fico contente por essa vitória", disse Anne. Três atletas encerraram a partida empatadas como maiores pontuadoras. Além da própria Anne, a central Juciely, do Rexona-Sesc, e a ponteira Amanda, do Terracap/BRB/Brasília Vôlei, também anotaram 14 pontos na partida no Taguatinga. O Rexona-Sesc volta à quadra na próxima sexta-feira (03.03) em um dos grandes clássicos do voleibol brasileiro. A equipe recebe o Vôlei Nestlé (SP) às 21h30 na Jeunesse Arena, no Parque Olímpico, Rio de Janeiro (RJ). No mesmo dia, mas às 20h30, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei visita o Renata Valinhos/Country (SP), no ginásio Pedro Ezequiel, em Valinhos (SP). O Jogo Contando com erros do time candango, o Rexona-Sesc abriu 9 a 5 logo no começo do primeiro set, em ataque de Gabi explorando o bloqueio. O Terracap/BRB/Brasília Vôlei cresceu no jogo e reduziu a desvantagem para um ponto, com grandes lances de Paula Pequeno. O time carioca, porém, tinha mais volume gerando contra-ataques e abrindo novamente cinco pontos. A vitória no set foi confirmada em cravada no corredor de Anne: 25 a 20. O segundo set pode ser definido em uma palavra: equilíbrio. O Terracap/BRB/Brasília Vôlei corrigiu os problemas de recepção, aumentou o volume e chegou a abrir 15 a 12 no placar. Amanda era a principal opção do time candango.  O Rexona-Sesc foi corrigindo erros e virou o placar na reta final do set. Sem desistir, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei teria a liderança do placar novamente, tendo inclusive o set point, mas sem conseguir aproveitar. Na base da paciência o Rexona fechou a parcial por 27 a 25 em ataque de Paula Pequeno na antena. O terceiro set começou com o Terracap/BRB/Brasília Vôlei na frente, muito concentrado e contando também com erros adversário. O técnico Bernardinho pediu tempo e o time do Rio de Janeiro conseguiu a virada, inclusive abrindo três pontos. Em bloqueio de Andreia, o time brasiliense empatou por 13 a 13 e virou logo em seguida.  Assim como no segundo set, o Terracap/BRB/Brasília Vôlei teve pontos para fechar o set, mas por três vezes foi impedido, especialmente por grandes lances de Gabi e Anne. A equipe carioca também teve quatro chances para fechar o jogo, até que a holandesa Anne anotou 31 a 29 em ataque na entrada de rede, dando números finais ao duelo. Outros Jogos A rodada, iniciada na última quinta-feira (23.02), contou com modificação na vice-liderança. O Vôlei Nestlé (SP) superou o Dentil/Praia Clube (MG) em casa e assumiu o segundo lugar, com 45 pontos. A partida também marcou a estreia de transmissões do torneio pela fanpage da CBV no Facebook. O duelo entre Camponesa/Minas (MG) e Fluminense (RJ), com vitória por 3 sets a 0 do time mineiro, também foi exibido. As transmissões têm caráter de teste para implantação de um calendário de exibições pelos canais da CBV já na Superliga 2017/18. O projeto faz parte do planejamento estratégico da CBV para a Superliga em suas próximas quatro temporadas, a partir de consultoria desenvolvida durante o ano de 2016 pela CSM, empresa com atuação internacional no segmento esportivo.  ESCALAÇÕES Terracap/BRB/Brasília Vôlei: Macris, Andreia, Paula Pequeno, Amanda, Roberta e Vivian. Líbero - Fernanda Técnico: Anderson Rodrigues Rexona-Sesc: Roberta, Monique, Anne Buijs, Gabi, Juciely e Mayhara. Líbero - Fabi  Técnico - Bernardinho OITAVA RODADA DO RETURNO  23.02 (QUINTA-FEIRA) - Sesi-SP 1 x 3 Genter Vôlei Bauru (SP), às 19h, no Santo André, em São Paulo (SP) (14/25, 25/19, 15/25e 16/25) 23.02(QUINTA-FEIRA) - Vôlei Nestlé (SP) 3 x 0 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco (SP) (25/15, 25/22 e 25/22)  23.02 (QUINTA-FEIRA) - Pinheiros (SP) 3 x 0 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 19h30, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) (25/16, 25/23 e 25/15)  23.02 (QUINTA-FEIRA) - Camponesa/Minas (MG) 3 x 0 Fluminense (RJ), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/20, 25/22 e 29/27) 23.02 (QUINTA-FEIRA) - Rio do Sul (SC) 2 x 3 Renata Valinhos/Country (SP), às 20h15, no Artenir Werner, em Rio do Sul (SC) (20/25, 25/27, 25/18, 25/18 e 10/15) 24.02 (SEXTA-FEIRA) - Terracap/BRB/Brasília Vôlei (DF) 0x3 Rexona-Sesc (RJ), às 21h30, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) - (25/20, 27/25 e 31/29)  O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro Read More
    Superliga
  • vale o título Sada Cruzeiro vence time argentino e está na final do Sul-Americano de Clubes

    Da redação - 24.02.2017 A final do Campeonato Sul-Americano masculino de clubes será entre o brasileiro Sada Cruzeiro Vôlei (MG) e o argentino Bolívar. Nesta sexta-feira (24.02), na primeira partida semifinal, o Sada Cruzeiro ganhou do UPCN (ARG) por 3 sets a 0 (25/21, 25/19 e 25/23), garantindo sua vaga na decisão. Na outra semifinal, o Montes Claros Vôlei (MG) foi superado pelo Bolívar (ARG) por 3 sets a 2 (28/26, 25/21, 23/25, 24/26 e 15/10). Os jogos foram disputados no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG). A equipe cruzeirense busca seu quarto título na competição. A decisão do Sul-Americano masculino será disputada às 17h30 deste sábado (25.02), também no ginásio Tancredo Neves.O SporTV transmitirá ao vivo. A briga pelo bronze, entre Montes Claros e UPCN, está marcada para 14h30. Para garantir sua vitória sobre o UPCN, o Sada Cruzeiro contou com a boa atuação dos cubanos Leal, maior pontuador com 17 pontos, e Simon, com 15. “Foi um jogo muito bom. Cometemos alguns erros no princípio, mas acontece. Já conhecíamos o time deles, o modo como jogam e concentramos no nosso jogo. Estudamos muito bem o UPCN, marcamos bem no bloqueio, atacamos muito e isso deu resultado. Agora é descansar um pouco, pois amanhã vale o título e também a classificação para o Mundial”, afirmou Leal. O último confronto entre o Sada Cruzeiro e o Bolívar foi em outubro de 2016, em Betim, na semifinal do Mundial de Clubes, com vitória por 3 a 1 dos cruzeirenses, que seguiram para a decisão e conquistaram o tricampeonato sobre o Zenit Kazan, da Rússia. O Bolivar ficou com o quarto lugar, naquela ocasião, ao perder o bronze para o italiano Trentino. O campeão do Sul-Americano de clubes garantirá uma vaga no Mundial de clubes, que será realizado em dezembro, na Polônia. TABELA DO SUL-AMERICANO MASCULINO DE CLUBES: GRUPO A – Sada Cruzeiro (BRA), Montes Claros Vôlei (BRA), Bohemios (URU)GRUPO B – Bolívar (ARG), UPCN (ARG), San Martin (BOL) e Unilever (PER) 1ª fase 21.02 (TERÇA-FEIRA) – Bolívar (ARG) 3 x 0 Unilever (PER), às 17h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG)21.02 (TERÇA-FEIRA) – UPCN (ARG) 3 x 0 San Martin (BOL), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 21.02 (TERÇA-FEIRA) – Montes Claros (BRA) 3 x 0 Bohemios (URU), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – Bolívar (ARG) 3 x 0 San Martin (BOL), às 17h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – UPCN (ARG) 3 x 1 Unilever (PER), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 Montes Claros (MG), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/21, 25/23 e 25/15) 23.02 (QUINTA-FEIRA) – Unilever (PER) 3 x 0 San Martin (BOL), às 17h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/13, 25/13 e 25/16)23.02 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (BRA) 3 x 0 Bohemios (URU), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/17, 25/12 e 25/12)23.02 (QUINTA-FEIRA) – UPCN (ARG) 0 X 3 Bolívar (ARG), às 20h, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (19/25, 23/25 e 19/25) 24.02 (SEXTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 UPCN (ARG), às 18h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (25/21, 25/19 e 25/23)24.02 (SEXTA-FEIRA) – Montes Claros (MG) 2 x 3 Bolívar (ARG), às 20h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (26/28, 21/25, 25/23, 26/24 e 10/15) 25.02 (SÁBADO) – Disputa de 3º lugar: Montes Claros Vôlei (MG) x UPCN (ARG), às 14h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG)25.02 (SÁBADO) – Disputa de 1º lugar: Sada Cruzeiro Vôlei (MG) x Bolívar (ARG) , às 17h30, no Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro Read More
    Sul-Americano de Clubes
  • Rivalidade Em cinco sets, ACV/UnoChapecó/Orbenk vence o clássico catarinense

    A sexta rodada da Superliga B feminina 2017 chegou ao fim com o clássico catarinense entre ACV/UnoChapecó/Orbenk e Abel Havan Brusque, na noite desta sexta-feira (24.02). O confronto aconteceu no Ivo Silveira, em Chapecó (SC), e foi justamente o time da casa que levou a melhor, fazendo 3x2(25/19, 13/25, 25/14, 18/25 e 15/9), em 2h05 de jog. Mesmo com a vitória, o time chapecoense continua na sexta posição, mas agora soma cinco pontos. O Brusque, com o ponto conquistado, subiu um degrau e está em quarto. Na primeira partida da rodada, na terça-feira (21.02), o Hinode/Barueri (SP) venceu, sem dificuldades, o São Bernardo (SP) por 3x0 (25/23, 25/13 e 25/9), no José Correia, em Barueri. O resultado positivo, quinto consecutivo do time que tem José Roberto Guimarães no comando, garantiu a equipe anfitriã como primeiro colocado e, consequentemente, a vaga direta às semifinais. Já o São Bernardo é o terceiro. Na quarta-feira (22.02) foi a vez do ADC Bradesco (SP) se isolar na segunda posição. O time paulista bateu, fora de casa, o BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR) em três sets (25/23, 25/19 e 25/23). A equipe do Curitibano é a única que ainda não venceu na competição.   SUPERLIGA B FEMININA 2017 SEXTA RODADA 21.02 (TERÇA-FEIRA) – Hinode/Barueri (SP) 3x0 São Bernardo (SP) – no José Correia, em Barueri (SP) (25/23, 25/13 e 25/9) 22.02 (QUARTA-FEIRA) – BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR) 0x3 ADC Bradesco (SP) – no Clube Curitibano, em Curitiba (PR) (23/25, 19/25 e 23/25) 24.02 (SEXTA-FEIRA) – ACV/UnoChapecó/Orbenk (SC) 3x2 Abel Havan Brusque (SC) – no Ivo Silveira, em Chapecó (SC) (25/19, 13/25, 25/14, 18/25 e 15/9) O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro Read More
    Superliga B
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Superliga 2016-2017

Vôlei na TV

02/03 21:55 SUPERLIGA MASCULINA
SADA CRUZEIRO VÔLEI X MONTES CLAROS VÔLEI
03/03 21:30 SUPERLIGA FEMININA
REXONA-SESC X VÔLEI NESTLÉ
04/03 14:10 SUPERLIGA FEMININA
DENTIL/PRAIA CLUBE X CAMPONESA/MINAS
04/03 18:00 SUPERLIGA MASCULINA
VÔLEI BRASIL KIRIN X FUNVIC TAUBATÉ

Superliga

Vôlei Praia

Vôlei Quadra

Seleções