Sergipe leva mais um ouro e Paraíba estreia no pódio em Uberlândia

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 11.07.2015

A etapa de Uberlândia (MG) do Circuito Banco do Brasil Sub-21 conheceu seus campeões neste sábado (11.07), com as finais realizadas no Parque do Sabiá. Representando Sergipe, Duda e Tainá levaram o ouro no torneio feminino, repetindo a conquista da etapa passada. No torneio masculino, George e Pedro colocaram a Paraíba no topo do pódio pela primeira vez na temporada, embolando ainda mais o ranking que define o campeão geral.

A decisão feminina teve vitória por 2 sets a 0 (21/11, 21/8) de Duda/Tainá (SE) sobre Anna Luisa/Carol (RS), em 27 minutos de jogo. O resultado coroou pela campanha das sergipanas, que venceram os cinco jogos disputados sem perderem nenhum set, fechando todos os duelos em menos de 30 minutos de jogo. Feliz pelo título, Duda descreveu o que deu certo.

"Acredito que tivemos muita paciência para marcarmos os pontos, assim como tranquilidade nos contra-ataques. Nos jogos na base os erros ainda são comuns, então quanto mais tranquilidade tivermos, melhor. Acredito que isso foi o segredo para vencermos os jogos sem levar ao tie-break. Paciência, sem nos afobarmos. Deu certo", analisou a bicampeã mundial sub-19.

A medalha de bronze ficou com o time que representa o Rio de Janeiro. Beatriz/Amanda (RJ) venceu Hegê/Verena (CE) por 2 sets a 0 (21/14, 21/17), em 35 minutos de jogo. O resultado do torneio feminino coloca Sergipe na liderança isolada, abrindo vantagem sobre o Ceará, que estava empatado na primeira posição do ranking geral.

O mesmo desempenho das campeãs femininas foi repetido pelos vencedores do torneio masculino. Cinco jogos, cinco vitórias, nenhum set perdido. Foi o primeiro título da Paraíba, que nas duas etapas anteriores foi representada por outras duplas. Na decisão, Geroge, campeão mundial Sub-19, e Pedro, filho do campeão olímpico Ricardo, venceram Allyson Lima e Jefferson (CE) por 2 sets a 0 (21/17, 21/15), em 34 minutos.

"Achei muito bom poder representar minha Paraíba novamente em um torneio de base. Pedro e eu nos conhecemos bem, jogamos vários torneios de base juntos. Temos um entrosamento bom e uma boa relação. Ficamos felizes de termos conseguido esse resultado. Vamos subir no ranking e brigaremos por essa título para nosso estado", disse George.

Na disputa do terceiro lugar, Arthur Lanci e Adrielson (PR), campeões da etapa passada, superaram Raul/Baruk (SE) por 2 sets a 0 (21/14, 21/16), em 35 minutos.
Assim como ocorre no circuito Sub-19, o Sub-21 é um campeonato de seleções estaduais, com duplas da mesma federação.

Ele mantém o formato das últimas duas temporadas, com cada estado indicando suas delegações nos dois gêneros em busca do título. Além dos atletas, que podem ser alterados a cada etapa, as federações elegem um técnico. Os pontos obtidos vãos para o estado e o campeão geral é determinado ao final das cinco etapas.

O atual modelo foi implementado em 2013 com o objetivo de identificar novos talentos nas areias, num trabalho de renovação. E, a partir daí, analisar quais são os polos que precisam receber um incentivo maior para se desenvolverem e serem trabalhados de forma mais direcionada. Na temporada de estreia, os títulos ficaram com os estados do Paraná (masculino) e Sergipe (feminino), que repetiram a dose em 2014 e faturaram o bi.

Na primeira etapa, Allyson/Jefferson (CE) venceu Arthur Lanci/Adrielson (PR) na final e ficou com o ouro. Thales/Kevin (PB) completaram o pódio com o bronze. No feminino, Bitencourt/Monique (PR) superaram Hegê/Verena (CE) na decisão e levaram o título. Tainá/Ana Carolina (SE) levou a medalha de bronze.

Na segunda etapa, ouro para Arthur Lanci/Adrielson (PR), prata para Allyson/Jefferson (CE) e bronze para Vinícius/Sturaro (ES). No feminino, Duda/Tainá (SE) superou na decisão Hegê/Verena (CE), com bronze para Beatriz/Amanda (RJ).

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA

O Banco do Brasil é patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Parceiros Oficiais