Etapa polonesa é ultimo desafio de duplas brasileiras antes do Campeonato Mundial

Arena montada para a disputa do torneio em 2016 Arena montada para a disputa do torneio em 2016 Créditos: Divulgação/FIVB

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 17.07.2017

A cidade de Olsztyn, na Polônia, será local do próximo desafio das duplas brasileiras no Circuito Mundial de vôlei de praia 2017. De terça-feira (18.07) a domingo (23.07) será realizada a etapa quatro estrelas com a possibilidade de até nove duplas do país na fase principal. Este será também o último desafio destas equipes antes do Campeonato Mundial de vôlei de praia, que ocorre a cada dois anos e será realizado em Viena, na Áustria.

No torneio masculino, quatro duplas do Brasil já estão garantidas na fase de grupos pelo ranking de entradas ou convite (wild card): Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), Evandro/André (RJ/ES) e Pedro Solberg/Guto (RJ). Eles entram em quadra a partir de quinta-feira (20.07). Já Vitor Felipe e George (PB) disputam o classificatório um dia antes, na quarta (19.07), em jogos eliminatórios diretos.

Entre as mulheres, já estão na fase de grupos Ágatha/Duda (PR/SE), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) e Larissa/Talita (PA/AL). Outros três times disputam nesta terça-feira o country quota (cota do país), em que as equipes se enfrentam em jogos diretos e o vencedor ganha direito de participar do classificatório, na quarta (19.07). Elize Maia/Taiana (ES/CE), Josi/Lili (SC/ES) e Maria Elisa/Carol Solberg (PE/RJ) disputam esta fase.

A primeira fase conta com oito grupos de quatro equipes, que jogam entre si em eliminatória dupla (quem perde duas partidas seguidas, está fora, quem vence duas partidas fica em primeiro). Os líderes de cada chave vão direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros colocados disputam uma fase a mais, da repescagem.

As duplas brasileiras têm dominado as etapas de 2017, tendo conquistado 16 medalhas até agora, sendo nove de ouro, três de prata e quatro de bronze (veja todas abaixo). No feminino, Larissa e Talita lideram o ranking com 3.800 pontos, com outra dupla brasileira logo atrás: Ágatha/Duda, que somam 3.200 pontos em seis eventos jogados.

No naipe masculino, os líderes são os italianos Nicolai e Lupo, com 3.120 pontos. Álvaro Filho e Saymon são a dupla brasileira mais bem colocada, em quarto lugar, com 2.840 pontos.

A etapa quatro estrelas da Polônia distribui 300 mil dólares em prêmios aos atletas, além de 800 pontos à dupla campeã. Este é o 13ª ano consecutivo que a Polônia recebe uma etapa, sendo um dos locais mais tradicionais do tour.

O Brasil lidera o quadro de medalhas em etapas do Circuito Mundial realizadas na Polônia. Até hoje foram realizados 15 eventos no naipe masculino e outros 13 no feminino. Os brasileiros possuem 17 medalhas no masculino (oito ouros, quatro pratas e cinco bronzes) e 16 medalhas no feminino (nove ouros, duas prata e cinco bronzes).

BRASIL NO CIRCUITO MUNDIAL 2017

Etapa Fort Lauderdale (EUA) - 5 estrelas
Álvaro Filho/Saymon - ouro
Larissa/Talita - ouro
Evandro/André Stein - prata
Ágatha/Duda - prata

Etapa Xiamen (China) - 3 estrelas
Fernanda Berti/Bárbara Seixas - ouro

Etapa Rio de Janeiro (Brasil) - 4 estrelas
Alison/Bruno Schmidt - ouro
Ágatha/Duda - ouro

Etapa Moscou (Rússia) - 3 estrelas
Larissa/Talita - ouro
Ágatha/Duda – bronze

Etapa Haia (Holanda) – 3 estrelas
Maria Elisa/Carol Solberg – ouro
Ágatha/Duda – bronze

Etapa Mônaco (Mônaco) – 1 estrela
Julian/Carol Horta - ouro

Etapa Porec (Croácia) - 5 estrelas
Pedro Solberg/Guto - ouro
Alison/Bruno Schmidt - bronze

Etapa Gstaad (Suíça) - 5 estrelas
Larissa/Talita - prata
Álvaro Filho/Saymon - bronze

TODOS OS VENCEDORES NA POLÔNIA:

Masculino
2004 - Stare Jablonki - Emanuel/Ricardo (BRA) 
2005 - Stare Jablonki - Markus Egger/Martin Laciga (SUI) 
2006 - Stare Jablonki - Emanuel/Ricardo (BRA) 
2007 - Stare Jablonki - Emanuel/Ricardo (BRA) 
2008 - Stare Jablonki - Emanuel/Ricardo (BRA) 
2009 - Myslowice - Alison/Harley (BRA) 
2009 - Stare Jablonki - Benjamin/Pedro Solberg (BRA) 
2010 - Myslowice - Phil Dalhausser/Todd Rogers (EUA) 
2010 - Stare Jablonki - Dalhausser/Rogers (EUA) 
2011 - Stare Jablonki - Dalhausser/Rogers (EUA) 
2012 - Myslowice - Pedro Cunha/Ricardo (BRA) 
2012 - Stare Jablonki - Martins Plavins/Janis Smedins (LET) 
2013* - Stare Jablonki - Alexander Brouwer/Robert Meeuwsen, (HOL) (Copa do Mundo)
2014 - Stare Jablonki - Álvaro Filho/Pedro Solberg (BRA)
2015 - Olsztyn - Alison/Bruno Schmidt (BRA)
2016 - Olsztyn - Samoilovs/Smedins (LET)

Feminino
2006 - Warsaw - Wang Jie/Tian Jia (CHI) 
2007 - Warsaw - Juliana/Larissa (BRA) 
2008 - Stare Jablonki - Shelda/Ana Paula (BRA) 
2008 - Myslowice - Carolina/Maria Clara (BRA) 
2009 - Stare Jablonki - Juliana/Larissa (BRA) 
2010 - Stare Jablonki - Juliana/Larissa (BRA) 
2011 - Myslowice - Sanne Keizer/Marleen Van Iersel (HOL)
2011 - Stare Jablonki - Juliana/Larissa (BRA)
2012 - Stare Jablonki - Juliana/Larissa (BRA)
2013*- Stare Jablonki - Xue/Zhang (CHI) (Copa do Mundo)
2014 - Stare Jablonki - Larissa/Talita - (BRA)
2015 - Olsztyn - Larissa/Talita (BRA)
2016 - Olsztyn - Laura Ludwig/Kira Walkenhorst (ALE)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Parceiros Oficiais