A Superliga B masculina 2017 se encaminha para a reta final e os oito times restantes terão uma rodada decisiva no próximo fim de semana com a segunda partida da série melhor de três das quartas de final. O jogo que abre a disputa será o clássico goiano entre Jaó/Universo (GO) e Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO) nesta sexta-feira (24.06). O duelo será no ginásio do Colégio Santo Agostinho, casa do Jaó, em Goiânia (GO), às 20h30.O primeiro confronto foi vencido pelo Jaó/Universo por 3x1 e o time tem a vantagem de decidir diante da torcida a vaga na semifinal.

Os demais jogos da rodada estão programados para o sábado (25.03). Às 19h o SESC-RJ recebe o Uberlândia Gabarito (MG), no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ). O time carioca, que terminou na liderança da fase de classificação, venceu o primeiro duelo, em Belo Horizonte (MG), por 3x0. No mesmo horário acontece em Araucária (PR) o confronto entre o ASPMA/Araucária/Berneck (PR) e o APAN/Barão/Blumenau (SC), no Parque Cachoeira. O time catarinense saiu na frente e precisa de só mais uma vitória para seguir na competição.

Para fechar a segunda jornada das quartas de final, às 19h30, o Botafogo (RJ) enfrenta o time da Upis (DF) no ginásio da sede de General Severiano, na capital carioca. O alvinegro precisa vencer, pois a equipe brasiliense levou a melhor na primeira partida por 3x2.

As semifinais da competição, assim como acontece com as quartas de final, serão realizadas em série de melhor de três com as equipes mais bem classificadas na fase regular em vantagem e decidindo a disputa em casa. A decisão será na sede do finalista de melhor campanha no dia 15 de abril.

SUPERLIGA B MASCULINA 2017

QUARTAS DE FINAL

RODADA 1

19.03 (DOMINGO) Upis (DF) 3x2 Botafogo (RJ), na AABB, em Brasília (DF) (25/17, 25/19, 29/31, 25/27 e 15/8)

21.03 (TERÇA-FEIRA) APAN/Barão/Blumenau (SC) 3x1 ASPMA/Araucária/Berneck (PR), no Barão do Rio Branco, em Blumenau (SC) (25/20, 19/25, 25/23 e 25/19)

21.03 (TERÇA-FEIRA) Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO) x Jaó/Universo (GO), no Monte Cristo, em Goiânia (GO) (19/25, 25/23, 18/25

21.03 (TERÇA-FEIRA) Uberlândia Gabarito (MG) 0x3 SESC-RJ, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (29/31, 24/26 e 12/25)

RODADA 2

24.03 (SEXTA-FEIRA) Jaó/Universo (GO) x Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO), no Colégio Santo Agostinho, em Goiânia (GO), às 20h30

25.03 (SÁBADO) SESC-RJ x Uberlândia Gabarito (MG), no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h

25.03 (SÁBADO) ASPMA/Araucária/Berneck (PR) x APAN/Barão/Blumenau (SC), no Parque Cachoeira, em Araucária (PR), às 19h

25.03 (SÁBADO) Botafogo (RJ) x Upis (DF), na sede de General Severiano, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h30

RODADA 3 (SE NECESSÁRIO)

26.03 (DOMINGO) Jaó/Universo (GO) x Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO), no Colégio Santo Agostinho, em Goiânia (GO), às 11h

26.03 (DOMINGO) SESC-RJ x Uberlândia Gabarito (MG), no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h

27.03 (SEGUNDA-FEIRA) Botafogo (RJ) x Upis (DF), na sede de General Severiano, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h30

27.03 (SEGUNDA-FEIRA) ASPMA/Araucária/Berneck (PR) x APAN/Barão/Blumenau (SC), no Parque Cachoeira, em Araucária (PR), às 20hàs 20h

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

A quarta edição da Superliga B feminina chega à reta final com a disputa das semifinais que começam nesta sexta-feira (24.03). O primeiro jogo será o confronto entre o São Bernardo (SP), quarto colocado na fase regular, e o Hinode Barueri (SP), que terminou na liderança e está invicto. O encontro será no Baetão, em São Bernardo do Campo (SP), às 19h30, com transmissão ao vivo na fanpage da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) no Facebook.

No domingo (26.03) é a vez de um duelo entre duas equipes da região sul. Em Curitiba (PR) o BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR) recebe o Abel Havan Brusque (SC) no ginásio do Clube Curitibano, às 15h, também com transmissão no Facebook. O time paranaense, que foi o lanterna na fase de classificação, conseguiu a recuperação com duas vitórias seguidas nas quartas de final sobre o ADC Bradesco (SP). Já a equipe de Brusque foi a terceira colocada e passou pelo playoff anterior com dois resultados positivos contra o rival local Chapecó (SC).

A fórmula de disputa das semifinais é a mesma usada nas quartas de final, ou seja, os clubes de melhor campanha decidem a série melhor de três em casa. A grande decisão está programada para o dia 10 de abril na sede do finalista mais bem classificado na fase regular.

SUPERLIGA B FEMININA 2017
SEMIFINAIS

PRIMEIRA RODADA
24.03 (SEXTA-FEIRA) São Bernardo (SP) x Hinode Barueri (SP), no Baetão, em São Bernardo do Campo (SP), às 19h30 - Transmissão ao vivo no Facebook da CBV
26.03 (DOMINGO) BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR) x Abel Havan Brusque (SC), no Clube Curitibano, em Curitiba (PR), às 15h - Transmissão ao vivo no Facebook da CBV

SEGUNDA RODADA
01.04 (SÁBADO) Hinode Barueri (SP) x São Bernardo (SP), no José Correa, em Barueri (SP), às 17h30 - Transmissão ao vivo no Facebook da CBV
01.04 (SÁBADO) Abel Havan Brusque (SC) x BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR), na Arena Havan, em Brusque (SC), às 20h - Transmissão ao vivo no Facebook da CBV

TERCEIRA RODADA (SE NECESSÁRIO)
02.04 (DOMINGO) Hinode Barueri (SP) x São Bernardo (SP), no José Correa, em Barueri (SP), às 17h30
02.04 (DOMINGO) Abel Havan Brusque (SC) x BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR), na Arena Havan, em Brusque (SC), às 19h

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

O atual campeão da Superliga, Sada Cruzeiro (MG), levou um susto no primeiro set, mas virou o jogo e venceu o Lebes/Gedore/Canoas (RS), na noite desta quarta-feira (22.03), no ginásio La Salle, em Canoas (RS). A segunda vitória na série melhor de cinco jogos pelas quartas de final da Superliga masculina de vôlei 2016/2017 foi conquistada por 3 a 1 (23/25, 25/18, 25/15 e 25/14), em 2h10 de partida.

O time mineiro mais uma vez contou com a participação fundamental do ponteiro Leal, que recebeu o maior número de votos no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e, por isso, foi premiado, ao fim da partida, com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

Porém, ao receber o troféu, o ponteiro resolveu passar adiante e ofereceu ao central Simón, que, em sua opinião, foi o melhor jogador em quadra.

“O Leal sempre tem muito jeito muito especial com todos e, por isso, somos uma família. Ele achou que eu fui o melhor, mas penso que todos nós fomos, pois jogamos juntos para conseguir essa vitória. E importante não baixar nunca a atenção. Hoje jogamos mais ou menos e precisamos melhorar. Agradeço ao Leal pela humildade”, comentou o cubano Simón.

Depois de perder o primeiro set, o levantador William fez questão de destacar que o resultado foi por uma boa atuação do adversário. “Não fomos nós que jogamos mal. Eles que jogaram bem. O mérito é do time deles. Erramos demasiado, coisa que não estamos acostumados, alguns erros de bolas fáceis e isso compromete. O Canoas colocou a nossa equipe em dificuldade. Depois nosso time encaixou o jogo e a partida ficou mais tranquila”, explicou William.

Apesar de insatisfeito com o resultado negativo, o técnico do Lebes/Gedore/Canoas demonstrou orgulho em trabalhar com um grupo jovem como o que dirige.

“Jogamos no nosso limite no primeiro set e tivemos uma oportunidade no segundo. Pecamos por inexperiência, por ansiedade, muitas vezes em querer decidir sozinho e esse esporte é o mais coletivo que existe. Estávamos extremamente motivados e demos uma demonstração de entrega. Hoje evoluímos mais um pouco, mas temos um longo caminho a seguir”, declarou Fronckowiak.

O terceiro encontro entre as duas equipes será no próximo domingo (26.03), às 18h30, desta vez no ginásio do Riacho, em Contagem (MG). A partida terá transmissão ao vivo do SporTV. Em caso de nova vitória do Sada Cruzeiro, o atual campeão da Superliga estará classificado para as semifinais da edição 16/17.

O JOGO

O cubano Simón abriu o placar do jogo. Alison Bastos respondeu para o time da casa. Com Isac em jogada rápida pelo meio, o Sada Cruzeiro abriu 5/2. O time mineiro ainda fez 6/2. O Lebes/Gedore/Canoas reagiu e com Alisson Melo duas vezes, primeiro no contra-ataque e depois no bloqueio, encostou em 5/6. No erro do adversário, o time da casa ainda chegou ao ponto de empate em 7/7. No bloqueio de Ialisson, o grupo gaúcho abriu 11/9. O Sada Cruzeiro buscou e Simón deixou tudo igual em 11/11. Na sequência, foi a vez do time mineiro abrir dois de vantagem em 14/12. A vantagem seguiu em dois em 17/15. No ponto de saque de Isac, o Sada abriu 20/16 e Marcelo Fronckowiak pediu tempo. O time da casa buscou e, no bloqueiod e Gabriel, deixou tudo igual: 21/21. Marcelo Mendez parou o jogo. Em boa passagem de Felipe pelo saque, o Lebes/Gedore/Canoas ainda marcou 22/21. Alisson Melo fez 24/22. No final, melhor para o Canoas: 25/23.

O segundo set começou com equilíbrio (2/2). O Sada Cruzeiro abriu dois de vantagem em 5/3. No erro do adversário, o time cruzeirense abriu 9/6. Fronckowiak pediu tempo. No ponto de saque de Alisson Melo, o Lebes/Gedeore/Canoas reduziu a desvantagem para 8/10. No saque de Giovanni, 10/12 para a equipe da casa. Depois de mais um grande saque do central, Composto aproveitou a má recepção do adversário e marcou 11/12. Marcelo Mendez pediu tempo. Ialisson bloqueou e o Canoas marcou 12/13. A disputa seguiu boa. Com Thomáz, o time da casa empatou em 15/15. Alisson Melo colocou o Canoas em vantagem (16/15). O Sada Cruzeiro reagiu e abriu dois pontos de vantagem em 18/16. No ponto de saque de Giovanni, o Canoas encostou em 18/20. A partir deste momento, o time mineiro seguiu em vantagem e fechou em 25/18.

As equipes empataram em 2/2. No ponto de saque de William, o Sada Cruzeiro fez 3/2. No momento em que o placar apontava 4/3 para o time mineiro, houve um desentendimento em relação ao rodízio do Lebes/Gedore/Canoas e a partida ficou paralisada por cerca de cinco minutos. Na sequência, o Sada Cruzeiro voltou a abrir e colocou cinco de vantagem em 10/5. Neste momento, Fronckowiak pediu tempo. No ponto de saque de Simón, o time visitante fez 14/8. Em grande saque de Leal, o Sada Cruzeiro marcou 18/10. Em uma parcial diferente das anteriores, o Sada Cruzeiro não enfrentou dificuldades para fazer 21/13. O grupo comandado por Marcelo Mendez seguiu pontuando e fechou em 25/15.

O Lebes/Gedore/Canoas saiu melhor no começo da quarta parcial e fez 3/1. O Sada Cruzeiro buscou e, contando com erros do adversário, virou o jogo para 4/3. Em boa passagem de William pelo saque, o time mineiro ainda marcou 5/3. Quando o placar foi a 8/4, o treinador do Canoas pediu tempo. Com Isac duas vezes seguidas, uma no ataque e outra no saque, o Sada marcou 12/6. Bem no bloqueio, o Lebes/Gedore/Canoas reduziu a diferença para 13/9. O grupo visitante abriu nove de vantagem em 19/10. O Sada Cruzeiro seguiu com folgas no quarto set. Com Evandro chegou ao ponto do jogo (24/13). No último ponto, Simón fez 25/14.

EQUIPES

LEBES/GEDORE/CANOS – Evandro, Thomaz, Giovanni, Ialisson, Alison Bastos e Alisson Melo. Líbero – Thales

Entraram – Gabriel, Felipe, Composto

Técnico: Marcelo Fronckowiak

SADA CRUZEIRO – William, Evandro, Isac, Simón, Leal e Rodriguinho. Líbero – Serginho

Entraram – Alan, Fernando, Filipe

Técnico: Marcelo Mendez

GALERIA DE FOTOS

http://superliga.cbv.com.br/galeria/1830/canoas-rs---22.032017---superliga-masculina---lebesgedorecanoas-x-sada-cruzeiro

SUPERLIGA MASCULINA 16/17

Quartas de final

Segunda rodada

22.03 (QUARTA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) 1 x 3 Sesi-SP, às 17h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (27/29, 25/19, 21/25 e 18/25)

22.03 (QUARTA-FEIRA) – Lebes/Gedore/Canoas (RS) 1 x 3 Sada Cruzeiro (MG), às 19h30, no La Salle, em Canoas (RS) (25/23, 18/25, 15/25 e 14/25)

23.03 (QUINTA-FEIRA) – Funvic Taubaté (SP) x JF Vôlei (MG), às 21h55, no Abaeté, em Taubaté (SP) – REDETV E SPORTV.COM

25.03 (SÁBADO) – Vôlei Brasil Kirin (SP) x Montes Claros Vôlei (MG), às 14h10, no Taquaral, em Campinas (SP) – REDETV E SPORTV.COM

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

A rodada desta quarta-feira (22.03) serviu para definir os confrontos de semifinal do Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) Sub-20 da primeira divisão. As três partidas realizadas no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), garantiram Paraíba, Pernambuco, Ceará e Mato Grosso na próxima fase da competição. Dos quatro classificados, três subirão à elite da categoria em 2018.

A seleção paraibana, que já estava matematicamente classificada, ficou de fora da jornada, e foi beneficiada com o resultado da única partida do grupo A. A vitória goiana sobre o time pernambucana por 3 sets a 2 (18/25, 25/16, 25/20, 23/25 e 15/12) não foi suficiente. Com o resultado Goiás somou dois pontos, e ficou de fora. Pernambuco, com três, e Paraíba, com quatro, seguem na competição.

No grupo B a liderança ficou com o time de Mato Grosso, que bateu o Maranhão por 3 sets a 0 (25/16, 25/19 e 25/14). A outra vaga nas semifinais foi para o Ceará que levou a melhor sobre o Amazonas, de virada, em cinco sets (19/25, 23/25, 25/14, 25/16 e 15/13).

Nesta quinta-feira (23.03), pelas semifinais, a Paraíba mede forças com o Ceará, às 11h. Na sequência é a vez do jogo entre o time de Mato Grosso e o de Pernambuco, às 12h30. Antes dos confrontos por um lugar na grande decisão, Goiás e Amazonas brigam pela permanência na primeira divisão, às 9h30.

O CBS Sub-20 masculino da primeira divisão tem sete equipes divididas em um grupo com três e outro com quatro. Na fase inicial os times jogam entre si e os dois melhores seguem para as semifinais. Os três primeiros ascendem para a divisão especial em 2018, e os três últimos caem para a segunda divisão.

CBS SUB-20 MASCULINO 1ª DIVISÃO 2017

Grupo A: Goiás, Pernambuco e Paraíba

Grupo B: Ceará, Amazonas, Mato Grosso e Maranhão

 

PRIMEIRA RODADA – 20.03 (SEGUNDA-FEIRA)

Jogo 1 – Goiás 1 x 3 Paraíba (21/25, 28/26, 25/18, 25/19)

Jogo 2 – Amazonas 1 x 3 Mato Grosso (25/22, 23/25, 25/21, 25/16)

Jogo 3 – Ceará 3 x 0 Maranhão (26/24, 25/14, 25/16)

 

SEGUNDA RODADA – 21.03 (TERÇA-FEIRA)

Jogo 4 – Pernambuco 3x2 Paraíba (25/23, 25/21, 17/25, 20/25 e 15/5)

Jogo 5 – Amazonas 2x3 Maranhão (25/21, 22/25, 14/25, 29/27 e 18/20)

Jogo 6 – Ceará 2x3 Mato Grosso (21/25, 25/23, 25/23, 23/25 e 12/15)

 

TERCEIRA RODADA – 22.03 (QUARTA-FEIRA)

Jogo 7 – Mato Grosso 3x0 Maranhão (25/16, 25/19 e 25/14)

Jogo 8 – Ceará 3x2 Amazonas (19/25, 23/25, 25/14, 25/16 e 15/13)

Jogo 9 – Goiás 3x2 Pernambuco (18/25, 25/16, 25/20, 23/25 e 15/12)

 

QUARTA RODADA – 23.03 (QUINTA-FEIRA)

DISPUTA DE 7º LUGAR

Jogo 10 – Goiás x Amazonas, às 9h30

SEMIFINAIS

Jogo 11 – Paraíba x Ceará, às 11h

Jogo 12 – Mato Grosso x Pernambuco, às 12h30

 

QUINTA RODADA – 24.03 (SEXTA-FEIRA)

DISPUTA DE 5º LUGAR

Jogo 13 – Maranhão x Vencedor do jogo 10, às 8h

DISPUTA DE 3º LUGAR

Jogo 14 – Perdedor do jogo 11 x Perdedor do jogo 12, às 11h

FINAL

Jogo 15 – Vencedor do jogo 11 x Vencedor do jogo 12, às 12h30

 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

Depois de vencer o primeiro jogo em casa, o Sesi-SP esteve em Belo Horizonte (MG) nesta quarta-feira (22.03) e conseguiu a segunda vitória sobre o Minas Tênis Clube (MG), abrindo a vantagem de 2 jogos a 0 na série melhor de cinco pelas quartas de final da Superliga masculina de vôlei 2016/2017. Hoje, o time paulista venceu por 3 sets a 1 (29/27, 19/25, 25/21 e 25/18), em 1h59 de partida disputada na Arena Minas.

O oposto do Sesi-SP, Théo, foi um dos grandes destaques da partida. Com atuação decisiva, foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e saiu de quadra com o Troféu VivaVôlei, , programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

Sem poder contar com o ponteiro Douglas Souza, que sofreu um estiramento no abdômen, o Sesi-SP sofreu mais um desfalque depois de estar sem outro ponteiro, Fábio, e com outro jogador da mesma posição, Murilo, voltando de lesão no cotovelo. O oposto Théo falou sobre o desfalque e chamou atenção para a necessidade de uma ajuda de todos.

“Tivemos mais uma baixa, que foi a do Douglas, que nos pegou desprevenidos, mas todos têm os seus problemas. Não podemos ficar sentindo isso. Temos que nos ajudar, adaptar o que for preciso e fazer o que puder de melhor”, afirmou Théo, que já pensa no próximo duelo, novamente em casa.

“Sabemos que vai ser mais um jogo muito difícil. Conseguimos vencer aqui dentro, que é difícil, e vamos levar a série para casa. Não podemos deixar a ansiedade dominar. Temos que saber que eles vão chegar forte e o nosso time tem que estar no máximo”, complementou Théo.

Pelo lado do Minas, o central Flávio lamentou o resultado negativo. “O Sesi-SP teve todos os méritos, fez um belo jogo e venceu jogando melhor do que o nosso time hoje. Não conseguimos repetir a boa atuação que tivemos no primeiro jogo. Tivemos alguns erros bobos, que nos custaram a partida. É difícil a nossa situação agora, mas vamos em busca. Não desistimos”, concluiu Flávio.

O terceiro duelo entre Sesi-SP e Minas será no domingo (26.03), às 16h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo do SporTV. Em caso de uma vitória, o time paulista estará classificado para as semifinais da Superliga masculina.

O JOGO

O Sesi-SP começou melhor e no bloqueio de Riad abriu 3/1. O Minas Tênis Clube buscou e deixou tudo igual em 3/3. As equipes seguiram trocando pontos e empataram novamente em 7/7. No bloqueio simples de Felipe, o time da casa fez 8/7. Com ponto de saque de Bruninho, foi a vez do time paulista fazer 9/8. Alan conseguiu ponto direto de saque e levou o Sesi-SP a dois de vantagem: 12/10. Nery Tambeiro pediu tempo. No bloqueio de Flávio, o Minas empatou em 12/12. Em mais um bloqueio do central, a equipe da casa assumiu o comando do marcador: 14/13. Em um grande saque de Théo, o grupo visitante voltou a comandar o jogo em 16/15. Bem no bloqueio, o Minas chegou a mais um empate em 18/18. O equilíbrio seguiu e mais um empate em 22/22. Felipe fez 25/24 para o Minas e Pacheco pediu tempo. Na volta, Théo pontuou. No bloqueio de Théo, o time paulista fez 28/27. No erro do adversário, o Sesi-SP fechou em 29/27.

O Minas Tênis Clube começou pontuando melhor e fez 4/2. O Sesi-SP buscou e deixou tudo igual em 5/5. No bloqueio de Pétrus, a equipe da casa abriu boa vantagem em 8/5. Pacheco pediu tempo para conversar com seus jogadores. Na volta, Lucão pontuou. Em mais um bloqueio, o grupo mineiro marcou 11/6. O Minas ainda fez 14/9. Kaio entrou pontuando bem e o Sesi-SP reduziu a desvantagem para 13/16. Felipe marcou e o Minas voltou a abrir três de vantagem: 19/15. Na sequência, a equipe da casa passou a contar com erros do adversário e abriu 21/16. O Sesi-SP pediu tempo. No erro do time paulista, o Minas fechou em 25/19.

Mais um início equilibrado, com o empate em 5/5. Com Riad, o Sesi-SP abriu dois pontos em 8/6. No bloqueio de Flávio, o Minas encostou em 10/11. O time paulista voltou a abrir em 13/11. Com Théo pontuando bem, o Sesi-SP ainda chegou a 15/11, forçando Nery Tambeiro a pedir tempo. Na bola de segunda de Bruno, explorando o bloqueio adversário, o Sesi-SP chegou a 16/12. Com Riad, a equipe visitante marcou 21/17. E, no bloqueio de Bruninho, 22/17. O Minas reagiu, conseguiu pontuar mais, chegou a 19/22 e foi a vez de Marcos Pacheco parar o jogo com pedido de tempo. Na volta, Pétrus bloqueou e fez 20/22. No erro do time mineiro, o Sesi-SP fechou em 25/21.

O bloqueio de Murilo abriu 3/1 para o Sesi-SP logo no começo do terceiro set. O Minas buscou e deixou tudo igual em 3/3. Com o bloqueio funcionando melhor do que nos sets anteriores, o time de São Paulo abriu vantagem em 10/6. Nery Tambeiro pediu tempo. O Sesi-SP teve cinco pontos a frente em 12/7. Com dois pontos seguidos do Minas, o placar foi para 9/12. Os comandados de Marcos Pacheco voltaram a pontuar e no saque curto de Bruninho, 14/9. O marcador esteve a favor do Sesi-SP em 17/13. A diferença seguiu em quatro a favor do time paulista (20/16). No bloqueio de Lucão, o jogo terminou com a parcial de 25/18 no quarto set.

EQUIPES

MINAS TÊNIS CLUBE – Gelinski, Felipe, Flávio, Pétrus, Tiago Mão e Bisset. Líbero – Rogerinho

Entraram – Thiago Vanole, Carísio, Abouba, Willian

Técnico: Nery Tambeiro

SESI-SP – Bruno, Théo, Lucão, Riad, Alan e Murilo. Líbero – Serginho

Entraram – Rafa, Leitzke, Kaio, Douglas Pureza

Técnico: Marcos Pacheco

SUPERLIGA MASCULINA 16/17

Quartas de final

Segunda rodada

22.03 (QUARTA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) 1 x 3 Sesi-SP, às 17h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (27/29, 25/19, 21/25 e 18/25)

22.03 (QUARTA-FEIRA) – Lebes/Gedore/Canoas (RS) x Sada Cruzeiro (MG), às 19h30, no La Salle, em Canoas (RS) – SPORTV

23.03 (QUINTA-FEIRA) – Funvic Taubaté (SP) x JF Vôlei (MG), às 21h55, no Abaeté, em Taubaté (SP) – REDETV E SPORTV.COM

25.03 (SÁBADO) – Vôlei Brasil Kirin (SP) x Montes Claros Vôlei (MG), às 14h10, no Taquaral, em Campinas (SP) – REDETV E SPORTV.COM

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

A vitória no primeiro confronto das quartas de final da Superliga masculina de vôlei 2016/2017 deu ao Funvic Taubaté (SP) o primeiro passo na busca por uma vaga nas semifinais. Nesta quinta-feira (23.03), o JF Vôlei (MG) tentará deixar a série melhor de cinco empatada. O confronto será às 21h55, no ginásio Abaeté, em Taubaté (SP), e terá transmissão ao vivo da RedeTV.

O duelo do segundo contra o sétimo colocados na fase classificatória coloca frente a frente, além dos dois maiores pontuadores desta edição da Superliga, alguns amigos. Os opostos Renan e Wallace lideram as estatísticas, com 461 e 424 pontos, respectivamente, e um grupinho campeão mundial na primeira edição do campeonato na categoria sub-23 se reencontra nesta série.

Pelo lado do Funvic Taubaté, os ponteiros Lucarelli e Lucas Lóh e o central Otávio estavam na equipe dirigida pelo técnico Rubinho. Pelo JF Vôlei, o ponteiro Ricardo. A cada encontro, algumas lembranças que ficam restritas aos momentos de descontração, fora das quadras.

“Sempre muito bom jogar junto, ou até mesmo contra atletas da mesma geração, pois acaba se criando uma afinidade maio, pela convivência que se tem nas categorias de base. Ainda mais quando se ganha um campeonato tão importante como o Mundial Sub-23”, disse Otávio.

Entrou em quadra, o central da equipe paulista esquece as boas recordações por um momento e o foco fica apenas no jogo. “Temos que pensar em melhorar sempre, mas a essa altura do campeonato as equipes já estão em sua melhor forma. Então temos que entrar com gás total, e muito concentrados, para minimizar qualquer tipo de erro bobo. Tenho certeza que dessa forma temos totais condições de conseguirmos outra vitória”, afirmou Otávio.

Ricardo, por sua vez, também vê totais condições em uma vitória do JF Vôlei. “O nosso time é jovem e o espírito de alegria de estar vivendo um bom momento, apesar da derrota no primeiro jogo, prevalece. Estamos atravessando uma boa fase na competição, estamos motivados e temos tudo para surpreender o time de Taubaté na casa deles”, destacou o ponteiro do time de Juiz de Fora.

Em mais uma oportunidade de reencontrar antigos amigos, Ricardo afirma que é sempre motivo de alegria mesmo que seja jogar contra eles. “Jogamos na base e vivemos juntos esse momento marcante e especial, que foi o Mundial Sub-23. Eu joguei em Taubaté ano passado, ao lado do Otávio e do Lucarelli. Mudar de time faz parte do nosso esporte, mas o mais importante são as amizades. É sempre muito bom encontrar com o Otávio e com todos eles. São jogadores por quem torço muito e sempre”, concluiu Ricardo.

A primeira edição do Campeonato Mundial Sub-23 masculino foi disputada no Brasil, na cidade de Uberlândia), em outubro de 2013, e a seleção brasileira foi campeã ao vencer a Sérvia por 3 sets a 2, em uma disputa bastante acirrada.

SUPERLIGA MASCULINA 16/17

Quartas de final

Segunda rodada

22.03 (QUARTA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) x Sesi-SP, às 17h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SPORTV

22.03 (QUARTA-FEIRA) – Lebes/Gedore/Canoas (RS) x Sada Cruzeiro (MG), às 19h30, no La Salle, em Canoas (RS) – SPORTV

23.03 (QUINTA-FEIRA) – Funvic Taubaté (SP) x JF Vôlei (MG), às 21h55, no Abaeté, em Taubaté (SP) – REDETV E SPORTV.COM

25.03 (SÁBADO) – Vôlei Brasil Kirin (SP) x Montes Claros Vôlei (MG), às 14h10, no Taquaral, em Campinas (SP) – REDETV E SPORTV.COM

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

O Camponesa/Minas (MG) está nas semifinais da Superliga feminina de vôlei 2016/2017. Depois das definições de Rexona-Sesc (RJ) e Vôlei Nestlé (SP), na noite desta terça-feira (21.03) a equipe mineira garantiu sua classificação após vencer o Genter Vôlei Bauru (SP) por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/17, em 1h28 de partida realizada no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP). O time dirigido pelo técnico Paulo Coco terá o grupo carioca como adversário na busca por uma vaga na final.

Nesta noite, o Camponesa/Minas contou com mais uma grande atuação da norte-americana Hooker. A ponteira foi a mais votada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e, com isso, premiada com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da entidade que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei, e ainda foi a maior pontuadora do duelo, com 20 acertos.

Para ter boas atuações, a ponteira precisa de bons levantamentos. E Naiane fez questão de destacar a importância da norte-americana para o seu time. “Ela consegue rodar bolas que temos a sensação que ninguém consegue. É uma ótima jogadora, incrível mesmo”, elogiou Naiane, que já pensa na série melhor de cinco contra o Rexona-Sesc pelas semifinais.

“Com certeza vão ser jogos duros. Sabemos que o Rexona-Sesc é uma equipe que vem ganhando a Superliga há muito tempo, mas temos que continuar trabalhando duro, nos esforçando e vamos tentar vencer essa outra série”, complementou Naiane.

Pelo lado do Genter Vôlei Bauru, a experiente ponteira Mari lamentou a atuação abaixo do esperado nesta noite. “Hoje, não conseguimos repetir o que fizemos no primeiro jogo. Não estávamos conseguindo contra-atacar e infelizmente não foi um bom jogo. Elas têm um time muito bom e fica difícil jogar com a Hooker neste momento e também a central Mara. Marcar as duas ao mesmo tempo é complicado”, disse Mari.

Com Rexona-Sesc x Camponesa/Minas definido, o Vôlei Nestlé aguarda pelo seu adversário na única série que ainda terá o terceiro jogo. Dentil/Praia Clube (MG) e Terracap/BRB/Brasília (DF) estão com uma vitória para cada lado e farão a terceira e última partida no próximo sábado (25.03), no ginásio do Praia Clube, em Uberlândia (MG).

O JOGO

A ponteira Mari Casemiro abriu o placar do jogo em bom saque. Hooker devolveu para o Camponesa/Minas. O Genter Vôlei Bauru seguiu pontuando bem e, no bom saque de Valquíria, abriu 5/1. Paulo Coco pediu tempo. O time mineiro passou a pontuar mais e, em boa passagem de Jaque pelo saque, chegou ao ponto de empate (8/8). Ainda com Jaqueline no saque, a equipe visitante marcou 10/8. Com Rosamaria, o Camponesa/Minas abriu três de vantagem em 13/10. Com Hooker, o placar foi a 16/12. Rosamaria pontuou mais uma vez e o Minas marcou 19/13. Na sequência foi a vez do Bauru reagir. No bloqueio simples de Rivera, o time paulista aproximou em 18/20 e Paulo Coco pediu tempo. Na volta, o Camponesa/Minas voltou a pontuar bem, principalmente com Hooker, e fechou o set em 25/22.

Os times estiveram empatados em 1/1 logo no começo do segundo set. Com Bruna marcando dois pontos seguidos, o Genter Vôlei Bauru abriu 4/2. Contando com erros do adversário, as donas da casa ainda chegaram a 6/3. No bloqueio de Carol Gattaz, o Camponesa/Minas encostou em 5/6. Com bom saque de Jaque, o time mineiro assumiu o comando do marcador: 8/7. As equipes estiveram empatadas em 11/11. Bem no bloqueio, o Camponesa/Minas fez 14/11. Bruna pontuou e levou o Genter Vôlei Bauru ao ponto de empate: 17/17. Na bola de segunda de Juma, 19/18 para Bauru. No bloqueio de Angélica, 20/18. Hooker deixou tudo igual: 20/20. Com Rosamaria bem na virada de bola, o Minas fez 22/20. Na sequência, o Camponesa/Minas venceu o set por 25/23.

O empate em 4/4 deixou o começo da parcial bem equilibrado. Carol Gattaz bloqueou e colocou a equipe mineira em vantagem:7/6. Em bom momento da central, que também pontuou no ataque e no saque, o Minas marcou 10/7. A equipe do Camponesa/Minas seguiu melhor em quadra. Quando chegou a 14/9, Marcos Kwiek pediu tempo. Na volta, Hooker marcou mais um ponto (15/9). O treinador do Genter Vôlei Bauru parou de novo. Com dois pontos seguidos de bloqueio de Valquíria, o time paulista fez 14/18. O Minas voltou a abrir boa vantagem no placar em 22/16.

EQUIPES

GENTER VÔLEI BAURU – Juma, Bruna, Angélica, Valquíria, Mari Cassemiro e Mari. Líbero – Brenda Castillo

Entraram – Lyara, Dayse, Rivera, Thaís

Técnico: Marcos Kwiek

CAMPONESA/MINAS – Naiane, Hooker, Carol Gattaz, Mara, Rosamaria e Jaque. Líbero – Léia

Entraram – Karol Tormena, Fran, Pri Daroit

Técnico: Paulo Coco

SUPERLIGA FEMININA 16/17

Quartas de final

Segunda rodada

20.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Fluminense (RJ) 0 x 3 Vôlei Nestlé (SP), às 19h, no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ) (20/25, 14/25 e 13/25)

20.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Rexona-Sesc (RJ) 3 x 0 Pinheiros (SP), às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (25/13, 25/20 e 25/22)

21.03 (TERÇA-FEIRA) – Terracap/BRB/Brasília (DF) 3 x 0 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) (27/25, 25/18 e 25/19)

21.03 (TERÇA-FEIRA) – Genter Vôlei Bauru (SP) 0 x 3 Camponesa/Minas (MG), às 21h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP) (22/25, 23/25 e 17/25)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

A primeira rodada das quartas de final da Superliga B masculina 2017 foi concluída com três partidas realizadas na noite desta terça-feira (21.03). SESC-RJ e Jaó/Universo (GO), primeiro e segundo colocado respectivamente na fase classificatória, conseguiram resultados positivos fora de casa, enquanto o Apan/Barão/Blumenau (SC) contou com a força da torcida para largar em vantagem nos playoffs.

O jogo que abriu a noite foi a vitória da equipe catarinense, que foi a sexta na etapa anterior, sobre o ASPMA/Araucária/Berneck (PR), terceiro colocado. Os donos da casa venceram por 3 sets a 1 (25/20, 19/25, 25/23 e 25/19), em 1h55 de duelo no Barão do Rio Branco, em Blumenau (SC). O próximo encontro entre os times será no sábado (25.03), às 19h, no Parque Cachoeira, em Araucária (PR).

O Jaó/Universo venceu o clássico goiano contra o Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO) por 3 sets a 1 (19/25, 25/23, 25/18 e 25/21), em 1h54 no ginásio do clube Monte Cristo, em Goiânia (GO). Com a vantagem de decidir a série em casa, o Jaó/Universo receberá os rivais nesta sexta-feira (24.03), às 20h30, no ginásio do Colégio Santo Agostinho, também na capital goiana.

Para encerrar a rodada, o SESC-RJ foi a Belo Horizonte (MG) e levou a melhor sobre o Uberlândia Gabarito (MG), na Arena Minas, por 3 sets a 0 (31/29, 26/24 e 25/12), em 1h38. O jogo de volta acontece no sábado, às 19h, no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ).

Além dos três confrontos desta terça-feira, mais uma partida movimentou a rodada inaugural dos playoffs. No último domingo (19.03) o Upis (DF) saiu na frente do Botafogo (RJ) com vitória no tiebreak, na AABB de Brasília (DF). A segunda partida da série também será no sábado, na casa do alvinegro carioca, na sede de General Severiano, no Rio, às 19h30.

As semifinais da competição, assim como acontece com as quartas de final, serão realizadas em série de melhor de três com as equipes mais bem classificadas na fase regular em vantagem e decidindo a disputa em casa. A decisão será na sede do finalista de melhor campanha no dia 15 de abril.

SUPERLIGA B MASCULINA 2017

QUARTAS DE FINAL

RODADA 1

19.03 (DOMINGO) Upis (DF) 3x2 Botafogo (RJ), na AABB, em Brasília (DF) (25/17, 25/19, 29/31, 25/27 e 15/8)

21.03 (TERÇA-FEIRA) APAN/Barão/Blumenau (SC) 3x1 ASPMA/Araucária/Berneck (PR), no Barão do Rio Branco, em Blumenau (SC) (25/20, 19/25, 25/23 e 25/19)

21.03 (TERÇA-FEIRA) Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO) x Jaó/Universo (GO), no Monte Cristo, em Goiânia (GO) (19/25, 25/23, 18/25

21.03 (TERÇA-FEIRA) Uberlândia Gabarito (MG) 0x3 SESC-RJ, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (29/31, 24/26 e 12/25)

RODADA 2

24.03 (SEXTA-FEIRA) Jaó/Universo (GO) x Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO), no Colégio Santo Agostinho, em Goiânia (GO), às 20h30

25.03 (SÁBADO) SESC-RJ x Uberlândia Gabarito (MG), no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h

25.03 (SÁBADO) ASPMA/Araucária/Berneck (PR) x APAN/Barão/Blumenau (SC), no Parque Cachoeira, em Araucária (PR), às 19h

25.03 (SÁBADO) Botafogo (RJ) x Upis (DF), na sede de General Severiano, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h30

RODADA 3 (SE NECESSÁRIO)

26.03 (DOMINGO) Jaó/Universo (GO) x Alfa/Monte Cristo/Teuto (GO), no Colégio Santo Agostinho, em Goiânia (GO), às 11h

26.03 (DOMINGO) SESC-RJ x Uberlândia Gabarito (MG), no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h

27.03 (SEGUNDA-FEIRA) Botafogo (RJ) x Upis (DF), na sede de General Severiano, no Rio de Janeiro (RJ), às 19h30

27.03 (SEGUNDA-FEIRA) ASPMA/Araucária/Berneck (PR) x APAN/Barão/Blumenau (SC), no Parque Cachoeira, em Araucária (PR), às 20hàs 20h

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

O Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) Sub-20 masculino da primeira divisão teve a segunda rodada realizada nesta terça-feira (21.03) no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). O equilíbrio foi o destaque do dia com os três jogos definidos apenas no quinto set. Pernambuco, Maranhão e Mato Grosso deram um passo importante rumo à próxima fase com as vitórias conquistadas.

Na única partida do grupo A o time de Pernambuco, que estreou nesta terça-feira no torneio, levou a melhor sobre a seleção paraibana no tiebreak (25/23, 25/21, 17/25, 20/25 e 15/5), em 2h10 de confronto. Mesmo com a derrota o time da Paraíba conseguiu somar pontos que deixam a equipe nordestina classificada para a semifinal. Na quarta-feira (22.03) pernambucanos e goianos brigam pelo lugar que resta na próxima fase. O jogo será às 16h.

Com quatro integrantes, o grupo B teve dois jogos nesta terça-feira. O Maranhão bateu o Amazonas por 3 sets a 2 (21/25, 25/22, 25/14, 27/29 e 20/18), em 2h29. Na sequência foi a vez da seleção de Mato Grosso passar pelo Ceará também em cinco sets (25/21, 23/25, 23/25, 25/23 e 15/12), em 2h14. A equipe mato-grossense soma cinco pontos e lidera o grupo, os cearenses, mesmo com o revés, estão na segunda posição e têm quatro pontos. Na próxima rodada Mato Grosso e Maranhão abrem o dia de jogos às 13h, e, em seguida, Ceará e Amazonas se enfrentam às 14h30.

O CBS Sub-20 masculino da primeira divisão tem sete equipes divididas em um grupo com três e outro com quatro. Na fase inicial os times jogam entre si e os dois melhores seguem para as semifinais. Os três primeiros ascendem para a divisão especial em 2018, e os três últimos caem para a segunda divisão.

CBS SUB-20 MASCULINO 1ª DIVISÃO 2017

Grupo A: Goiás, Pernambuco e Paraíba

Grupo B: Ceará, Amazonas, Mato Grosso e Maranhão

 

PRIMEIRA RODADA – 20.03 (SEGUNDA-FEIRA)

Jogo 1 – Goiás 1 x 3 Paraíba (21/25, 28/26, 25/18, 25/19)

Jogo 2 – Amazonas 1 x 3 Mato Grosso (25/22, 23/25, 25/21, 25/16)

Jogo 3 – Ceará 3 x 0 Maranhão (26/24, 25/14, 25/16)

 

SEGUNDA RODADA – 21.03 (TERÇA-FEIRA)

Jogo 4 – Pernambuco 3x2 Paraíba (25/23, 25/21, 17/25, 20/25 e 15/5)

Jogo 5 – Amazonas 2x3 Maranhão (25/21, 22/25, 14/25, 29/27 e 18/20)

Jogo 6 – Ceará 2x3 Mato Grosso (21/25, 25/23, 25/23, 23/25 e 12/15)

 

TERCEIRA RODADA – 22.03 (QUARTA-FEIRA)

Jogo 7 – Mato Grosso x Maranhão, às 13h

Jogo 8 – Ceará x Amazonas, às 14h30

Jogo 9 – Goiás x Pernambuco, às 16h

 

QUARTA RODADA – 23.03 (QUINTA-FEIRA)

DISPUTA DE 7º LUGAR

Jogo 10 – 3º lugar do grupo A x 4º lugar do grupo B, às 9h30

SEMIFINAIS

Jogo 11 – 1º lugar do grupo A x 2º do grupo B, às 11h

Jogo 12 – 1º lugar do grupo B x 2º do grupo A, às 12h30

 

QUINTA RODADA – 24.03 (SEXTA-FEIRA)

DISPUTA DE 5º LUGAR

Jogo 13 – 3º lugar do grupo B x Vencedor do jogo 10, às 8h

DISPUTA DE 3º LUGAR

Jogo 14 – Perdedor do jogo 11 x Perdedor do jogo 12, às 11h

FINAL

Jogo 15 – Vencedor do jogo 11 x Vencedor do jogo 12, às 12h30

 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro

A série melhor de três jogos entre Dentil/Praia Clube (MG) e Terracap/BRB/Brasília (DF) pelas quartas de final da Superliga feminina de vôlei 2016/2017 está empatada. Até agora, o time que jogou em casa levou a melhor. E depois de uma vitória mineira no último sábado (18.03), o time candango jogou em casa, no ginásio do Sesi- Taguatinga, em Brasília (DF), e, com apoio da torcida, venceu por 3 sets a 0 (27/25, 25/18 e 25/19), em 1h32 de partida.

A ponteira Amanda se destacou na equipe da casa, foi premiada com o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei, mas fez questão de dividir o prêmio com as companheiras de equipe.

“Se eu pudesse fazer desse troféu um quebra cabeça, eu faria com certeza. Ele é do grupo todo. A equipe mostrou a força que tem, depois de tanta dedicação e trabalho. Agora é colocar a cabeça no lugar. Tivemos a oportunidade de reverter a situação, conseguimos dar um passo hoje, e lá temos que entrar focadas como foi hoje. Hoje, ganhamos a batalha. A guerra nós vamos ganhar lá em Uberlândia. O time delas é muito difícil de vencer, mas vamos tentar fazer o máximo para conseguir”, afirmou Amanda.

O terceiro e decisivo jogo será no próximo sábado (25.03), novamente no ginásio do Praia Clube, em Uberlândia (MG), que teve melhor campanha na fase classificatória e, por isso, tem a vantagem de dois jogos em casa. Para vencer, o time mineiro espera contar novamente com boa atuação da central Walewska, maior pontuadora do jogo desta noite, com 14 acertos.

Após a partida, o técnico do Dentil/Praia Clube, Ricardo Picinin, elogiou o desempenho do adversário. “O Brasília defendeu muito bem, as jogadoras estavam determinadas, indo atrás de todas as bolas e nós tivemos dificuldade para colocar a boal no chão. Hoje o sistema defensivo de Brasília prevaleceu. Agora contamos com a força da nossa torcida para nos apoiar em casa”, concluiu Picinin.

O JOGO

Alix abriu o placar do jogo a favor do Dentil/Praia Clube. No bloqueio, Walewska fez 2/0. Com o bloqueio funcionando bem, o time mineiro chegou a 4/1. O Terracap/BRB/Brasília reagiu e aproximou no placar em 4/6. No ponto de Amanda, o time da casa encostou de vez em 6/7. Com Roberta duas vezes, o Brasília deixou tudo igual em 8/8. O Praia voltou a abrir vantagem (13/9) e Anderson pediu tempo. Com Vívian no ataque e Macris no saque, a equipe de Brasília fez 11/13 e foi a vez de Picinin parar o jogo. Na china de Andreia, as donas da casa chegaram a mais um empate: 13/13. Amanda bloqueou e o Terracap/BRB/Brasília assumiu o comando do marcador em 16/15. O Dentil/Praia Clube deixou tudo igual em 18/18. O Praia fez 21/20. No bloqueio de Paula, a equipe da casa fez 22/21. Os times seguiram trocando pontos. Com Andréia, o Brasília chegou a 24/23. No final, o Terracap fechou em 27/25.

O início do segundo set foi de equilíbrio, com as equipes empatando em 2/2. No bloqueio de Vívian, o Terracap/BRB/Brasília marcou 4/2. O Dentil/Praia Clube empatou em 4/4 e, com Andréia, a equipe da casa voltou a abrir vantagem: 7/4. Melhor em quadra, o time dirigido por Anderson Rodrigues ainda chegou a 9/4. O Praia Clube reagiu e encostou em 9/10 e, na sequência, o Brasília abriu 13/10. No bloqueio simples de Andréia, 17/13. Com Amanda, o Terracap/BRB/Brasília fez 20/15. Roberta marcou no bloqueio: 22/16. Embalado, o time de Brasília seguiu com ritmo forte até o fim do set, que venceu por 25/18.

Melhor no jogo, o Terracap/BRB/Brasília abriu 4/1 no início do terceiro set. A vantagem do time da casa aumentou em 6/2 e Ricardo Picinin parou o jogo. Na sequência, 8/4. O Dentil/Praia Clube demonstrou bom poder de reação e reduziu a diferença para dois pontos: 6/8. O Brasília voltou a pontuar bem e, com Roberta, chegou a 12/7. Neste momento, Picinin pediu tempo. Na volta, Amanda fez 13/7. Ellen entrou em quadra, pontuou duas vezes seguidas, e levou o Praia a 10/13. Anderson pediu tempo. Contando com erros do adversário, o time mineiro chegou ao ponto de empate em 13/13. O Brasília voltou a abrir três em 17/14. Na largadinha de Paula Pequeno, 18/14. O Dentil/Praia Clube voltou a encostar no placar, fez 18/19 e Anderson pediu tempo. Mas, o time da casa voltou a pontuar. No bloqueio de Andréia marcou 21/18. Com apoio da torcida, o Terracap/BRB/Brasília fechou em 25/19.

EQUIPES

TERRACAP/BRB/BRASÍLIA – Macris, Andréia, Roberta, Vívian, Paula Pequeno e Amanda. Líbero – Silvana

Entraram – Fernanda, Mari, Ana, Vívian Lima, Lê

Técnico: Anderson Rodrigues

DENTIL/PRAIA CLUBE – Claudinha, Ramirez, Natasha, Walewska, Alix e Michelle. Líbero – Tássia

Entraram – Ellen, Ju Carrijo, Malu

Técnico: Ricardo Picinin

GALERIA DE FOTOS – Terracap/BRB/Brasília x Dentil/Praia Clube

http://superliga.cbv.com.br/galeria/1829/brasilia-df---21.03.2017---superliga-feminina---terracapbrbbrasilia-x-dentilpraia-clube

SUPERLIGA FEMININA 16/17

Quartas de final

Segunda rodada

20.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Fluminense (RJ) 0 x 3 Vôlei Nestlé (SP), às 19h, no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ) (20/25, 14/25 e 13/25)

20.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Rexona-Sesc (RJ) 3 x 0 Pinheiros (SP), às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (25/13, 25/20 e 25/22)

21.03 (TERÇA-FEIRA) – Terracap/BRB/Brasília (DF) 3 x 0 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) (27/25, 25/18 e 25/19)

21.03 (TERÇA-FEIRA) – Genter Vôlei Bauru (SP) x Camponesa/Minas (MG), às 21h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP) – SPORTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro

Pagina 1 de 218
Parceiros Oficiais