Brasil estreia contra o Quênia neste domingo

Publicado em: 08/09/2017 12:11
Brasil defende o título conquistado em 2015 (Créditos: Bruno Miani/Inovafoto/CBV)

A terceira edição do Campeonato Mundial sub-23 feminino de voleibol começa neste domingo (10.09), com a participação de 12 seleções tradicionais da modalidade. O Brasil é o atual campeão e estará no grupo B. Na primeira rodada as brasileiras enfrentam a equipe do Quênia, às 9h (no horário de Brasília), em Liubliana, capital da Eslovênia e sede da competição.

Com bom potencial físico, a média de altura do time é de 1,81m, o Brasil também terá pela frente Turquia, Cuba, Japão e Bulgária. A competição terá os mesmos testes realizados na versão masculina com as partidas disputadas em melhor de sete sets de quinze pontos.

No elenco brasileiro, que é comandado pelo técnico Wagner Copini, o Wagão, algumas das meninas já chegam com experiência em subir ao pódio em eventos de nível internacional, como a capitã do time, a ponteira Drussyla, medalha de ouro no Mundial sub-23 em 2015, e prata no sub-20 no mesmo ano.

O time chega à Eslovênia após um período de três meses de preparação. Para Wagão a equipe terá um caminho complicado pela frente com escolas fortes e equipes que estiveram no pódio na última edição do evento.

“É um grupo muito forte que teremos pela fronte. Teremos dois times europeus muito fortes, que é a Bulgária e a Turquia, uma equipe tradicional que é Cuba, e uma escola asiática como o Japão, que ainda não jogamos. Teremos que lugar muito para conseguir a vaga na semifinal. A dificuldade contra as asiáticas será a mesma que elas terão conosco, pois as japonesas também não enfrentaram ainda nenhum time sul-americano nessa preparação. Não podemos desconsiderar o representante africano, os mundiais sempre são muito equilibrados e surpresas têm aparecido. Vamos tomar todo o cuidado para que não aconteça conosco”, contou Wagão.

O Brasil vai para a briga pelo título com as levantadoras Lyara e Bruna Costa, as opostas Lorenne e Edinara, as centrais Lays, Mayany e Ingrid, as ponteiras Drussyla, Gabi Cândido, Maira e Talia, além da líbero Natália Araújo.

TABELA

10.09 (DOMINGO) BRASIL x Quênia, às 9h (hora de Brasília)

11.09 (SEGUNDA-FEIRA) BRASIL x Turquia, às 15h (hora de Brasília)

12.09 (TERÇA-FEIRA) BRASIL x Japão, às 12h (hora de Brasília)

14.09 (QUINTA-FEIRA) BRASIL x Bulgária, às 12h (hora de Brasília)

15.09 (SEXTA-FEIRA) BRASIL x Cuba, às 15h (hora de Brasília)

ATLETAS

01 – DRUSSYLA

Posição: Ponteira

Nascimento: 01/07/1996

Altura: 1,82m

Peso: 73kg

02 – BRUNA COSTA

Posição: Levantadora

Nascimento: 30/01/1995

Altura: 1,70m

Peso: 65kg

04 – MAIRA

Posição: Ponteira

Nascimento: 07/03/1995

Altura: 1,87m

Peso: 62kg

06 – GABRIELA CÂNDIDO

Posição: Ponteira

Nascimento: 22/05/1996

Altura: 1,81m

Peso: 75kg

07 – LAYS

Posição: Central

Nascimento: 13/10/1995

Altura: 1,85m

Peso: 77kg

09 – LYARA

Posição: Levantadora

Nascimento: 19/06/1996

Altura: 1,84m

Peso: 67kg

10 – INGRID

Posição: Central

Nascimento: 05/06/1997

Altura: 1,87m

Peso: 65kg

11 – LORENNE

Posição: Oposta

Nascimento: 01/08/1996

Altura: 1,85m

Peso: 73kg

14 – EDINARA

Posição: Oposta

Nascimento: 01/02/1996

Altura: 1,86m

Peso: 80kg

16 – NATÁLIA ARAÚJO

Posição: Líbero

Nascimento: 10/04/1997

Altura: 1,62m

Peso: 59kg

18 – MAYANY

Posição: Central

Nascimento: 24/11/1996

Altura: 1,85m

Peso: 62kg

20 – TALIA

Posição: Ponteira

Nascimento: 10/07/1997

Altura: 1,78m

Peso: 64kg

 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais