Brasil leva jogo para tie-break, mas é superado pelo Japão

Publicado em: 08/09/2017 13:37
Bloqueio duplo do Brasil tenta parar ataque japonês (Créditos: Divulgação/FIVB)

A seleção brasileira feminina de vôlei não conseguiu superar o Japão e sua apaixonada torcida na Copa dos Campeões. Em um jogo de muitas viradas, a equipe do treinador José Roberto Guimarães foi superada, nesta sexta-feira (08.09), pelo Japão por 3 sets a 2 (25/18, 25/27, 25/15, 16/25 e 15/6), em 2h12 de jogo, em Nagoya, no Japão. Foi a terceira partida das brasileiras na competição que somam uma vitória (Rússia) e dois resultados negativos (China e Japão).

O Brasil está em quarto lugar na classificação geral, com cinco pontos. A China lidera, com oito, seguida pelo Japão, com cinco, e pelos Estados Unidos, também com cinco, mas com um saldo de pontos melhor do que as norte-americanas.

As brasileiras voltarão à quadra na madrugada deste sábado (09.09), às 3h40 (horário de Brasília), para enfrentar a Coréia do Sul. O YouTube da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) transmitirá ao vivo.

Pelo lado do Brasil, a ponteira Natália foi a maior pontuadora, com 15 acertos. As centrais Bia e Carol marcaram 13 e 12 pontos, respectivamente. No Japão, destaque para a atacante Ishii, com 19 acertos. 

O treinador José Roberto Guimarães lamentou a derrota e fez questão de elogiar o Japão pelo desempenho contra o Brasil.

“Tenho que parabenizar o Japão pela partida e a vitória. Foi um jogo de altos e baixos dos dois lados. Os sets foram muitos alternantes durante o jogo. O Japão jogou melhor no tie-break e teve mais regularidade do que o Brasil durante a partida e, por isso, mereceu a vitória. Agora, já temos que pensar na Coréia do Sul”, disse José Roberto Guimarães.

Nesta temporada, a equipe do treinador José Roberto Guimarães venceu as três competições que disputou, o Montreux Volley Masters, o Grand Prix e o Sul-Americano, que garantiu o Brasil no Mundial de 2018, no Japão.  

O JOGO

A central Carol fez os dois primeiros pontos da partida. Bem no saque, o Japão virou o marcador e fez 8/5. Quando as japonesas fizeram 12/9, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Jogando com velocidade, as japonesas fizeram 16/10. Quando o placar estava 18/11 para as donas da casa, o treinador José Roberto Guimarães trocou as ponteiras. Entrou Rosamaria e saiu Gabi. O Japão dominou a parcial até o final e venceu o primeiro set por 25/18.

O Japão seguiu melhor no início do segundo set e fez 3/1. A oposta Tandara cresceu de produção e o Brasil virou o marcador (4/3). O set ficou disputado ponto a ponto. O volume de jogo japonês voltou a dificultar o jogo das brasileiras e a diferença no marcador subiu para quatro pontos (11/7). O Brasil se aproveitou dos erros do Japão e empatou a parcial (12/12). Neste momento, a técnica do Japão pediu tempo. Com um ponto de saque, o Japão foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/15. Bem nos contra-ataques, as japonesas abriram dois pontos (19/17). Quando o Japão fez 21/18, o treinador José Roberto Guimarães voltou a parar o jogo. As donas da casa seguiram melhores e fizeram 24/20. Neste momento, o treinador José Roberto Guimarães inverteu o cinco e um. Entraram Monique e Naiane e saíram Tandara e Roberta. As substituições deram certo. A oposta Monique liderou a reação das brasileiras e o time verde e amarelo fechou o segundo set por 27/25.

O Japão voltou melhor para o terceiro sete e fez 6/1. Se aproveitando dos erros do Brasil, as japonesas abriram 10 pontos (13/3). Bem no bloqueio, o time verde e amarelo diminuiu a vantagem para sete pontos (14/7). O Japão seguiu melhor e foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/8. As donas da casa dominaram a terceira parcial até o final e venceram o terceiro set por 25/15.

O time verde e amarelo veio para o quarto set com uma modificação. Entrou Mara e saiu Carol. O Brasil voltou melhor para o quarto set e fez 8/3.  Com um ponto de saque, as brasileiras abriram nove pontos (13/4). O Brasil foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/6. O Brasil segurou uma reação do Japão e venceu o quarto set por 25/16.

O Japão fez os dois primeiros pontos do quinto set. Bem no saque, as japonesas jogavam com velocidade e fizeram 6/2. As donas da casa não deram chances para o time brasileiro em toda a parcial e venceram o set por 15/6 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES:

Brasil – Roberta, Tandara, Natália, Gabi, Carol e Bia. Líbero – Gabi 
Entraram – Naiane, Monique, Rosamaria, Suelen, Amanda e Mara 
Técnico – José Roberto Guimarães

Japão – Shinnabe, Araki, Ishii, Tominaga, Okumura e Uchiseto. Líbero – Kobata e Inoue 
Entraram – Rika, Horikawa, Sato e Nabeya, 
Técnica – Kumi Nakada

Copa dos Campeões

Tóquio (Japão)

05.09 (terça-feira) – Brasil 3 x 1 Rússia (25/17, 23/25, 25/23 e 25/12)  
06.09 (quarta-feira)– Brasil 2 x 3 China (20/25, 12/25, 25/20, 25/23 e 17/19)

Nagoya (Japão)

08.09 (sexta-feira) – Brasil 2 x 3 Japão (18/25, 27/25, 15/25, 25/16 e 6/15)  
09.09 (sábado) – Brasil x Coréia do Sul, às 3h40 (Horário de Brasília) 
10.09 (domingo) – Brasil x Estados Unidos, às 2h40 (Horário de Brasília)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro


Parceiros Oficiais