Brasil avança com cinco duplas à fase eliminatória na etapa da Holanda

Publicado em: 05/01/2018 18:01
Vitor Felipe sobe alto contra bloqueio polonês (Créditos: Divulgação/FIVB)

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 05.01.2018

O Brasil classificou nesta sexta-feira (05.01) cinco duplas à fase eliminatória da etapa de Haia, na Holanda, pelo primeiro torneio do Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. A única eliminação do dia, do time Elize Maia/Taiana (ES/CE), aconteceu por lesão da atleta capixaba, que não conseguiu continuar na disputa. Os times voltam à quadra neste sábado (06.01).

No naipe feminino, Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) e Maria Elisa/Carolina Solberg (RJ) superaram suas adversárias na última rodada da primeira fase e foram direto às oitavas de final, liderando suas respectivas chaves. Já Ágatha e Duda (PR/SE) perderam na fase de grupos, mas se recuperaram e venceram na repescagem, também avançando na competição.

Entre os homens, Vitor Felipe e Guto (PB/RJ) venceram pela fase de grupos, saíram em primeiro da chave e foram direto às oitavas. Já Pedro Solberg e George (RJ/PB) acabaram superados, mas disputam neste sábado a repescagem para seguirem no torneio.

Fernanda e Bárbara Seixas superaram as norte-americanas Summer Ross e Brooke Sweat por 2 sets a 1 (21/16, 20/22, 15/11), em 51 minutos. Nas oitavas de final elas enfrentarão as também norte-americanas Kelly Claes e Sara Hughes, neste sábado, às 9h20 (de Brasília).

Invictas com dois jogos a mais, vindas do classificatório, Maria Elisa e Carol Solberg superaram as alemãs Karla Borger e Margareta Kozuch por 2 sets a 0 (22/20, 21/16), em 38 minutos, ainda pela fase de grupos. As adversárias na próxima fase serão as polonesas Kociolek e Kolosinska, às 8h30 (de Brasília) deste sábado.

Ágatha e Duda começaram o dia superadas pelas norte-americanas Alix e April Ross, por 2 sets a 0 (22/20, 21/14), em 38 minutos, no jogo que valia a liderança da chave. O time caiu para a repescagem, mas se recuperou e ainda nesta sexta venceu as tailandesas Radarong e Udomchavee por 2 sets a 0 (21/15, 21/16), em 30 minutos. Agora elas enfrentam as suíças Nina Betschart e Tanja Huberli, neste sábado, às 7h40 (de Brasília), pelas oitavas de final.

Duda comentou sobre a disputa do torneio em quadra coberta e o rendimento da dupla até agora. “Jogamos aqui em Haia no ano passado, neste mesmo ginásio coberto, e isso deu muita base para esse primeiro torneio do ano. Sendo em uma quadra fechada, e voltando a jogar aqui. Achei melhor dessa vez, nas questões de iluminação e adaptação. É bem diferente, mas desta vez me adaptei mais rápido. Vamos estudar o que erramos hoje e nos concentrarmos nos próximos desafios”, declarou a sergipana de 19 anos.

Já Elize Maia e Taiana deram adeus ao torneio. A capixaba sofreu uma lesão e não teve condições de continuar no torneio. A dupla volta ao Brasil neste sábado e a jogadora será avaliada para saber o grau da lesão.

Masculino
Vitor Felipe e Guto chegaram ao segundo triunfo em Haia ao vencerem nesta sexta-feira os poloneses Prudel e Szalankiewicz por 2 sets a 0 (21/17, 21/19), em 36 minutos. Nas oitavas de final, às 11h (de Brasilia) deste sábado, eles enfrentam os vencedores da disputa entre os finlandeses Jyrki Nurminen/Santeri Siren contra os tchecos Perusic /Schweiner, pela repescagem, que ocorre horas antes.

Já Pedro e George acabaram sofrendo um revés na fase de grupos, em jogo que valia a primeira colocação. Eles caíram para os norte-americanos Billy Allen e Ryan Doherty por 2 sets a 1 (23/25, 21/16, 15/9), em 47 minutos. Na repescagem, neste sábado, enfrentarão os franceses Gauthier-Rat e Thiercy, às 6h (de Brasília). Se vencerem, encaram nas oitavas os letões Plavins e Tocs.

A dupla campeã da etapa de Haia recebe 800 pontos no ranking geral, além de 20 mil dólares em premiação. Nos oito torneios realizados em Haia, todos com competição nos dois naipes, o Brasil conquistou dez ouros (três com os homens e sete com as mulheres).

Na temporada passada, Maria Elisa e Carol saíram do classificatório e subiram ao lugar mais alto do pódio, enquanto Ágatha/Duda ficou com a medalha de bronze da etapa.

O Brasil é o atual campeão do Circuito Mundial em ambos os naipes, com Larissa/Talita (PA/AL) e Evandro/André Stein (RJ/ES). Após a etapa de Haia, a segunda parada ocorre em Shepparton, na Austrália, em um torneio de uma estrela disputado de 1 a 4 de fevereiro, mas que não contará com duplas brasileiras.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/560/schedule

VEJA A GALERIA DE FOTOS DO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/whag2018/women/photos/maindraw

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais